Estamos aqui para ter mais uma daquelas boas conversas, trocar conhecimento e crescer cada vez mais juntos. No nosso último papo, falamos sobre algumas doenças que prejudicam a saúde do rebanho, lembra? 

Se ainda não leu, vale a pena conferir aqui: Gado de corte. Como buscar a saúde financeira do negócio. | Dispec do Brasil

 

Hoje damos continuidade ao tema, falando de uma forma mais ampla sobre como a biosseguridade é importante na nossa área. Você já ouviu essa palavra por aí?

Bom, a gente já sabe que vírus, bactérias, fungos e parasitas fazem muito mal para para o rebanho e prejudicam principalmente a qualidade e a segurança, tanto da criação, quanto dos seus produtos. E como não queremos nada disso, precisamos cuidar bem do nosso rebanho, não é? Pois, então, é aqui que a tal da biosseguridade faz o seu trabalho, que se trata basicamente do conjunto de normas e procedimentos de cuidados que devemos ter com o rebanho e seu ambiente, para que os animais fiquem longes desse agentes infecciosos.

 

Então resumindo: biosseguridade é: 

 

√ Reconhecer que existe alta relação entre os procedimentos no sistema de produção e as enfermidades.
√ Ter como principal objetivo a redução do prejuízo causado por doenças que têm os erros de manejo como principal fator de risco.
√ Entender que a doença subclínica sempre gera maiores prejuízos do que a clínica.

Trata-se de um assunto muito importante porque, ao saber que a eficiência alimentar, de produção e de ordem reprodutiva dos animais vai depender da sua saúde, você com certeza incluirá em sua rotina esse conjunto de práticas ou estratégias de biosseguridade

 

Vamos continuar cuidando bem dos nossos animais, para que eles cresçam saudáveis e produtivos. Conte sempre com os produtos Dispec para te ajudar nessa tarefa. Conheça a linha de produtos Dispec especialmente desenvolvida para melhorar a saúde de seu rebanho – Lactovit,Bovitam Pó, Rumec e Bovitam Ruminantes.

 

Tudo funciona bem quando o gado está bem!

 

 

Leave a comment