Laminite e pododermatite, como tratar e prevenir - Blog da Dispec do Brasil

A laminite e pododermatite, conhecidas “doenças de casco“, são umas das principais dificuldades dos pecuaristas de gado leiteiro. Quando as vacas apresentam problemas no casco, elas têm dificuldade para andar, não conseguem se alimentar direito e toda a funcionalidade do corpo fica comprometida, por isso este problema requer muita atenção.

 

Principais causas da laminite e pododermatite

Estes problemas costumam ser multifatoriais, ou seja, têm diversas causas. As afecções podais podem estar relacionadas ao manejo nutricional e sanitário, problemas no ambiente e até mesmo questões genéticas.

Outro aspecto que deve ser observado, pois pode ser causa das doenças podais, é o piso do ambiente que os animais habitam. Pisos que ficam úmidos como o barro, amolecem o casco deixando os animais predispostos a traumas, enquanto pisos grosseiros como cimento lixam os cascos deixando irregulares o que pode causa problemas motores.

 

Como prevenir as “doenças de casco”

As medidas preventivas costumam ter excelentes resultados. São elas:

  • Dieta balanceada: a alimentação do animal está diretamente ligada com a sua vulnerabilidade para contrair doenças;
  • Ambiente higienizado: forneça aos animais um ambiente sempre higienizado, com chão limpo e seco;
  • Faça o casqueamento preventivo: o ideal é ser feito ao final da lactação e início do período seco;
  • Garanta o bem estar do animal: espaço para movimentação, alimentação e temperatura adequadas mantém o bem estar e saúde do animal.

Podemos incluir na prevenção a utilização de um premix na alimentação do rebanho. Premix ricos em biotina fortalecem o casco da vaca e assim auxiliam de forma efetiva na prevenção da laminite e pododermatite, bem como outras doenças podais.

O Lactovit é uma excelente opção para utilizar na prevenção. O nosso premix é rico em biotina, vitamina do complexo B, auxiliando no fortalecimento do casco e ainda vai além. 

 

Tratamento da laminite e pododermatite

É indispensável a avaliação de um veterinário para examinar o tipo de lesão que acontece no casco do animal. Em casos de doença infecciosa os animais acometidos devem ser isolados dos demais.

Os animais devem ficar em um ambiente seco, para evitar o amolecimento do casco e a dificuldade de cicatrização. Os principais tratamentos são a limpeza e curetagem do local para retirada de tecidos necróticos e a aplicação de medicamentos específicos.

 

Se você quer estar sempre inteirado das doenças que podem acometer seu rebanho leiteiro, como hipocalcemia e mastite, e saber como identificar e tratar, acompanhe nosso blog. Sempre postamos dicas valiosas pra você e seu rebanho por aqui.

Até a próxima!

Leave a comment