Com uma beleza elegante, os cavalos conquistam a admiração e o desejo de quem ama a vida no campo. Mas, se você está pretendendo ter cavalos, independente se é para passeio, trabalho ou corrida, têm algumas coisas que precisa saber primeiro!

Como todo animal, eles exigem cuidados (alguns específicos de acordo com o objetivo que você tem para o animal). Então, antes de começar você precisa se informar sobre:

Espaço para os cavalos

Esta etapa se divide em duas partes: encontrar a melhor parte do terreno e a infraestrutura necessária. O ambiente é determinante no sucesso da sua criação, por isso, escolha com cuidado.

É importante se certificar que o solo seja drenado, e não tenha partes acidentadas para reduzir o risco de acidentes dos animais. Lembre-se também de garantir fácil acesso para veterinários e transporte dos cavalos, caso necessário. E o mais importante, atente-se a quantidade de animais por hectare, o ideal é de 1 a 3.

Quanto a infraestrutura a primeira decisão é como será conduzida a criação dos equinos: intensiva, extensiva ou mista. É preciso avaliar a infraestrutura para a produção de volumosos. Também é indicado que o pasto seja dividido em piquetes com forrageiras variadas para um pastejo fracionado.

As baias devem ter 16m² e possuir comunicação entre elas, com cochos facilmente laváveis e escoamento de água. Você também precisará de salas para armazenamento de ração, medicamentos e instrumentos de manejo, bem como um escritório para organização do negócio.

Alimentação equina

Os cavalos são animais muito exigentes e não é qualquer forrageira que os agrada. Algumas das mais indicadas são: Aruanã Mombaça; Tanzânia; Zuri; Tamani; Massai, Andropogon, Capim “vaquero”, Tifton 85, Coast cross, Grama Bermuda, Grama Pensacola e Grama Batatais.

A pastagem deve fornecer 70% da necessidade nutricional dos equinos, contando que o animal precisa de 1 a 2% do seu peso em pasto por dia. Os cavalos também precisam ingerir carboidratos não estruturais, mas de forma moderada, fornecidos através de cereais. Aveia, milho e cevada fornecem a energia necessária para explosões musculares.

Já as rações industrializadas são o complemento do manejo nutricional dos seus animais, pois contribuem fornecendo proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. Embora a pastagem ofereça a maior parte dos nutrientes necessários para os cavalos, a ração é responsável por preencher algumas lacunas nutricionais. Mas, lembre-se sempre de fazer acompanhamento veterinário para definir a alimentação adequada para cada animal.

Principais situações de emergência

Se pretende começar a criar cavalos, é importante saber quais são as principais emergências que ocorrem com esses animais, para estar preparado. Mantenha-se atento ao comportamento deles para conseguir identificar possíveis problemas o mais rápido possível. Os mais comuns são:

Cólica: dores leves a fortes na barriga, cuja a causa está relacionada ao sistema digestivo e possui diversas origens.

Traumatismo e contusão nos membros locomotores: devido ao comportamento ativo dos cavalos é comum esse tipo de emergência.

Picada de cobra: outra emergência comum e que pode causar muito prejuízo ao criador. Fique atento pois envenenamento por picada de cobra pode levar o animal à morte.

Levando em consideração essas emergências, é importante que você, criador, tenha um kit básico de primeiros socorros equino. Seu kit deve conter: luvas, ligaduras, termômetro, óleo mineral, rolo de gaze, rolo de algodão, spray antisséptico, tesoura de bico curvo e antisséptico de largo espectro. Mas, o mais importante é, com certeza, um veterinário de confiança, que conheça seus animais e possa atendê-los.

Agora que já tem conhecimento destes 3 pontos principais, você está pronto para colocar a mão na massa. Prepare o ambiente, encontre um veterinário de confiança e claro, um fornecedor de todos os produtos que vai precisar.

Você também pode ver em nosso blog dicas para criação de ovinos e bovinos, além de muitos outros conteúdos. Fique de olho por aqui!

Leave a comment